Proposta de trabalho 1 - Disciplina de Projeto

 1. Porque escolhi esta temática?

No ano letivo passado tive a oportunidade, através de uma bolsa de investigação entre o Departamento de Comunicação e Arte e o Departamento de Ambiente e Ordenamento, de realizar um produto multimédia.

A aplicação que desenvolvi, como descrito no primeiro post deste blog, tem como finalidade ser um material de apoio para os professores de ciências do ensino básico e secundário.

Como qualquer projeto multimédia que tenha como finalidade o sucesso, o eco24h foi testado junto do seu público-alvo.

Desta forma, o eco24h foi testado por alunos do ensino secundário. O grupo de alunos que realizou o teste pertencia a um curso profissional e o entusiasmo deles em poderem estudar e aprender através de um produto multimédia e não de um livro fez-me pensar "Será que as aplicações multimédia os podem motivar de alguma forma para a escola, para os estudos?".

 

Durante o desenvolvimento do eco24h, foi-me várias vezes proposto dar continuidade ao trabalho no segundo ano de mestrado. No início foi-me complicado compreender como poderia dar continuidade a uma aplicação multimédia de forma a que fosse compatível com uma investigação e que ao mesmo tempo se tornasse em algo de novo.

 

Depois de terem ocorrido os testes da aplicação, perguntei aos orientadores da bolsa - Prof. Margarida Almeida e Prof. Hélder Caixinha - se seria possível conjugar o eco24h, a motivação e os alunos dos cursos profissionais, e se me poderiam continuar a orientar fora do contexto da bolsa de investigação.

A resposta foi positiva. =D

 

Não só estou a investigar um tema que me desperta bastante curiosidade, como posso vir a ajudar os alunos mais desmotivados com o objectivo final de que não abandonem a escola.

 

2. Que título daria, neste momento, à minha investigação?

 

Os novos media na motivação para o sucesso escolar - o caso do eco24h, (título)

estudo com alunos dos cursos profissionais do ensino secundário. (subtítulo)
 

 

Os novos media na motivação para o frequência escolar - o caso do eco24h, (título)

estudo com alunos dos cursos profissionais do ensino secundário. (subtítulo)
 

 

Os novos media na motivação para a persecução dos estudos - o caso do eco24h, (título)

estudo com alunos dos cursos profissionais do ensino secundário. (subtítulo)

 

 

3. "Not gonna do's, perhaps I'll do, don't have clues."

 

3.1. O que não vou fazer.

Investigar como se pode motivar alunos dentro do contexto sala de aula pode ser complicado na medida em que não posso estudar a aprendizagem desses alunos, uma vez que não teria tempo de perceber se os alunos aprenderam algo ou não.

Desta forma, o tema aprendizagem não vai ser abordado.

 

3.2. O que talvez faça.

Este ponto poderia ser facilmente respondido com "don't have clues". Neste momento bastante inicial é complicado saber com certeza o que vou fazer e o que não vou fazer. No entanto o trabalho com os meus orientadores permite-me responder às perguntas, o que vou fazer neste momento?, O que vou fazer daqui a uns meses?.

O que me prende nesta resposta é o "talvez", uma vez que sei o que vou fazer neste momento e o que vou fazer daqui a uns meses por serem passos necessários à minha investigação.

 

3.3. "Don't have clues" 

Há duas semanas atrás, não tinha, realmente qualquer ideia do que iria ou não iria fazer. Foi bastante complicado começar e perceber o que era necessário fazer, o que era importante pesquisar, o que não devia pesquisar.

Neste momento tenho pistas sobre o que tenho de pesquisar e ler. Tenho "pistas" sobre o que tenho que fazer.

 

 

filipalacerda às 00:09 | link do post | comentar